A Ordem das Viúvas ontem e hoje

Análise histórica, evolução, conceitos (II)

  • Sandro Roberto da Costa Instituto Teológico Franciscano
Palavras-chave: Viúvas; Cristianismo; História da Igreja.

Resumo

Este estudo faz memória, através de testemunhos históricos dos quatro primeiros séculos, da experiência específica de protagonismo das viúvas na Igreja. Vamos analisar qual era a situação destas mulheres, como eram vistas pela Igreja de seu tempo, e quais eram as funções e o sentido da existência de tal “ordem”. Apresentamos, sinteticamente, como esta ordem tão antiga está ressurgindo na Igreja nos dias de hoje.

Biografia do Autor

Sandro Roberto da Costa, Instituto Teológico Franciscano

O autor possui doutorado em História da Igreja pela Pontificia Universitas Gregoriana – Roma, Itália (2000). Foi diretor do Instituto Teológico Franciscano de Petrópolis por dois mandatos (2007-2009/2010-2012). Atualmente é professor no Instituto Teológico Franciscano – Petrópolis, RJ. Leciona as disciplinas História da Igreja Antiga e Medieval.

Referências

ALMEIDA, Antonio José de. Leigos em quê. Uma abordagem histórica. São Paulo: Paulinas, 2007.
A mulher na Igreja, Concilium, 111 – 1976/1.
AQUILINA, M.; BAYLEY, C. Madres da Igreja: o testemunho das cristãs primitivas. São Paulo: Loyola, 2018.
Bíblia de Jerusalém, Novo Testamento e Salmos. São Paulo: Paulinas, 1984.
Bíblia Sagrada. Petrópolis: Vozes, 1985.
CARRARA, P. (a cura). I Pagani di Fronte Al Cristianesimo. Testimonianze dei secoli I e II. Firenze: Nardini Editore, 21990.
CATTANEO, E. I ministeri nella Chiesa antica. Testi patristici dei primi tre secoli. Milano: Paoline, 1997.
COSTA, Sandro R. da. Leão Magno: entre Oriente e Ocidente, Grande Sinal (Petrópolis), v. 62, fasc. 5, p. 529-539, set./out. 2008.
COST A, Sandro R. da. Gregório Magno: Testemunha e protagonista de uma nova sociedade, Grande Sinal, Petrópolis, v. 61, fasc. 3, p. 293-302, Mai./Jun. 2007; 2ª. Parte: Gregório Magno, liturgia e missão, v. 61, fasc. 4, p. 419-428, Jul./Ago 2007.
COSTA, Sandro R. da. Uma Mãe Espiritual do século IV: A Vida de Macrina, Grande Sinal (Petrópolis), v. 64, p. 505-520, 2010.
DICIONÁRIO PATRÍSTICO E DE ANTIGUIDADES CRISTÃS. Editora Vozes-Paulus, 2002.
GILLMAN, Florence M. Mulheres que conheceram Paulo. São Paulo: Paulinas, 1999.
LADISL AO, M. G. As mulheres na Bíblia. São Paulo: Paulinas, 1995.
Dicionário de Paulo e suas Cartas, Reid, Daniel G., Hawthorne, Gerald F., Martin, Ralph P., (orgs), Vida Nova – Paulus – Edições Loyola 2008.
PALÁDIO DE GALÁCIA. História Lausíaca. Madri: Ivory Falls Books, 2018.
POLICARPO DE ESMIRNA. Carta aos Filipenses IV. 3. Padres Apostólicos, texto bilíngue completo. Madrid: BAC, 1967.
SINISCALCO, P. Il cammino di Cristo nell’Impero romano. Roma-Bari: Laterza,21996.
Tradição Apostólica de Hipólito de Roma. Liturgia e catequese em Roma no século III, Editora Vozes, Petrópolis 22004.
Tradução Ecumênica da Bíblia (TEB), Novo Testamento. São Paulo: Loyola, 1987.
Vita Consecrata, Exortação Apostólica Pós-Sinodal. São Paulo: Paulinas, 2017.

Arquivos eletrônicos:
http://www.tertullian.org/latin/de_virginibus_velandis.htm.
https://www.newadvent.org/fathers/0406.htm.
https://www.paulus.net/identita/pdf/documenti/consac_vergini.pdf.file:///C:/Users/Frei%20Sandro/Downloads/428-Texto%20do%20artigo%20-%20Arquivo%20Original-1364-1-10-20071008.pdf.
https://www.monografias.com/pt/trabalhos3/direitos-mulher-ambitoromano/
direitos-mulher-ambito-romano2.shtml
Publicado
13-05-2021