“Tudo está conectado”

As relações interpessoais à luz da Laudato si’

  • Martín Carbajo Núñez
  • Neuci Lopes da Silva
Palavras-chave: Laudato si’; Fraternidade; Oposição polar; Espiritualidade; Relações interpessoais.

Resumo

À luz da encíclica Laudato si’, este artigo estuda a necessidade de um novo paradigma relacional que permita superar a atual crise socioambiental. “Tudo está conectado”. Na primeira parte, mostra-se como o Papa Francisco, inspirando-se em Romano Guardini, usa a dialética da oposição polar para se referir às relações interpessoais enquanto expressão de unidade na diversidade. A encíclica Laudato si’ aplica essa dialética polar às quatro dimensões fundamentais do ser humano (2ª parte). Na terceira parte, destaca-se a importância da espiritualidade, das virtudes ecológicas e dos conselhos evangélicos para se concretizar o sonho de uma humanidade reconciliada que encontre a unidade sem anular a diferença.

Biografia do Autor

Martín Carbajo Núñez

Doutor em teologia moral (Alfonsianum, Roma), graduado em comunicação social (Univ. Gregoriana, Roma), licenciado em filologia germânica (Univ. Santiago de Compostela) e técnico especialista em informática de gestão. Professor extraordinário da Pontifícia Universidade Antonianum (Roma), na qual foi vice-reitor e Reitor Magnífico ad interim. Atualmente, está encarregado da cátedra de Moral Social. Ensina em três universidades; duas em Roma: Antonianum (PUA) e Alfonsianum (PUL), uma nos EUA: a FST, afiliada à Univ. San Diego (Califórnia).

Publicado
17-05-2022